VOCÊ PRECISA SABER

HOME > VOCÊ PRECISA SABER



HOME > VOCÊ PRECISA SABER




VOCÊ PRECISA SABER


Mudanças que melhoram sua vida e a do planeta

Não é só da nossa saúde que precisamos cuidar, não. Ao repensar alguns hábitos e tomar atitudes simples, você ajuda o planeta, os outros e a si mesmo.

Publicada em: 29/04/2019



Um bom começo: o guarda-roupa. Você já percebeu que têm muitas peças boas ali que por alguma razão estão paradas? Ou porque seu estilo mudou, ou porque usou tanto que pegou enjôo, ou na esperança de que algum dia possa vestir por aí. A primeira limpa no armário é libertadora. Mas essa mudança de consciência ainda se resume a um guarda-roupa. A grande virada pode acontecer quando você se der conta que em 2050, encontraremos mais plástico do que peixes nos oceanos. Diante disso, temos dois caminhos: ou se desesperar ou fazer algo para mudar.

Se decidir ficar com o segundo, podes descobrir diferentes maneiras de se cuidar e cuidar da família minimizando o nosso impacto no mundo. Por isso vamos compartilhar três mudanças que podem parecer pequenas, mas que, levadas à rotina, já fazem diferença para o planeta. 

Primeiro: precisamos eliminar o plástico descartável da nossa vida. Quando descobrimos que 40% do plástico que consumimos é usado apenas uma vez... A garrafinha, o copinho, a sacolinha, o garfinho e o canudinho podem ser substituídos por opções reutilizáveis, como copo de silicone, garrafa de metal, ecobag, talheres de bambu e canudo de inox. Dá pra levar tudo na bolsa e é cada vez mais automático se lembrar deles antes de sair de casa.

Segundo: vale a pena reduzir o consumo de carne. Estudos mostram que a ingestão excessiva eleva o risco de diabetes, doença cardiovascular e câncer. Além disso, a agropecuária é a principal causa do aquecimento global — haja desmatamento para tanto gado! Reduzir o consumo de carne para duas vezes por semana já é uma boa média.

Terceiro: vamos investir em roupas de fibras naturais. Hoje, a maioria das peças do vestuário possui poliéster, material sintético feito de plástico e que demora 450 anos para se decompor. Roupas com poliéster não são tão agradáveis ao toque, fazem a gente suar mais e provocam mau cheiro, pois não deixam a pele respirar direito. Opte pelas de algodão, seda, linho ou viscose. São tecidos biodegradáveis que duram anos no armário. Por isso, dê uma espiada na composição da peça, informação costurada no interior da etiqueta.

Da mesa ao guarda-roupa, que tal refletir e tentar mudar você também?


Fonte: Saúde
Edição: F.C.



Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.







Destaques: