PRONTOMED INFANTIL

HOME > PRONTOMED INFANTIL



HOME > PRONTOMED INFANTIL




PRONTOMED INFANTIL


Lista de primeiros socorros para pais preocupados

Durante as férias da criançada são comuns pequenos acidentes, cortes e arranhões que acabam surgindo em meio a alguma brincadeira. Saber exatamente o que fazer nesses momentos garante maior tranqüilidade para os pais.

Publicada em: 05/01/2010



Durante as férias da criançada são comuns pequenos acidentes, cortes e arranhões que acabam surgindo em meio a alguma brincadeira. Saber exatamente o que fazer nesses momentos garante maior tranqüilidade para os pais nessa época do ano.

Confira as dicas:

CORTES E ESCORIAÇÕES

Basta um tropeção e pronto: lá vai a criança para o chão e lá vem um joelho machucado.

O que fazer: No caso de escoriações, basta lavar bem o ferimento com água e sabão para remover a sujeira. Quando ocorrem cortes, a primeira providência é parar o sangramento. Comprima com firmeza o local com um pano limpo por cerca de 5 minutos. Em seguida, lave o ferimento com água e sabão, seque e cubra com uma compressa de gaze estéril. Se o corte for extenso e a hemorragia não estancar após 10 minutos, continue pressionando o local e vá a um pronto socorro imediatamente.

Como prevenir: Mantenha objetos cortantes, afiados ou perfurantes fora do alcance de crianças, de preferência trancados em gavetas ou armários altos; proteja arestas pontudas e bordas de móveis com protetores de silicone para evitar acidentes.

QUEIMADURAS

Queimaduras decorrem do contato da criança com fogo, objetos quentes, água quente ou vapor e exposição excessiva ao sol.

O que fazer: Faça um resfriamento rápido lavando imediatamente o local com água fria para não aprofundar a queimadura; seque delicadamente com um pano limpo; se houver bolhas, é melhor não rompê-las; nunca use remédios caseiros, como pasta de dente, talco, manteiga ou pomadas, que podem provocar uma piora significativa da lesão. Procure atendimento médico se houver piora do quadro, dor ou em caso de dúvidas. Se a queimadura for extensa vá direto a um pronto-socorro.

Como prevenir: No banho, sempre verifique a temperatura da água; líquidos e alimentos quentes devem ficar fora de alcance; panelas nas ?bocas? de trás do fogão; fósforos, isqueiros e produtos inflamáveis devem permanecer em armários altos.

A infância é um período marcado por pequenos acidentes. Cortes, escoriações, queimaduras, picadas de insetos... Saber como agir exatamente após o ocorrido pode evitar complicações e facilitar o tratamento

Se você acha que o seu bebê de colo dá trabalho, não imagina o que ele será capaz quando aprender a engatinhar e a andar. Entre quedas e tropeções, ele vai explorar a casa. E basta um segundo de distração para que a criança engula um botão esquecido no chão, bata a cabeça na quina da mesa, puxe o fio do ferro de passar roupa ou escale o sofá em direção à janela.

?É fundamental saber agir rapidamente quando um acidente acontece. Isso faz toda a diferença para não transformar um pequeno contratempo em uma grande dor de cabeça?, afirma o pediatra e neonatologista José Claudionor da Silva Souza.

PICADAS DE INSETOS

As picadas de insetos como abelha, vespa, formiga, carrapato etc. podem causar muita dor, mas raramente são graves.

O que fazer: Lave com água e sabão o local da picada; se houver ferrão, retire-o com muito cuidado; caso pareça haver dor ou inchaço, aplique uma compressa gelada; no caso de picadas que coçam, como as de pernilongo, o melhor é passar algum produto que alivie o prurido ou que diminua a evolução da lesão. É comum a criança coçar e isso pode formar uma infecção no local.

Como prevenir: Em lugares com vegetação e mato, proteja a criança com calças compridas e sapatos fechados; não permita que ela chegue perto de colméias ou formigueiros; use telas de proteção nas janelas e mosquiteiros nos berços e/ou camas.

SANGRAMENTO NASAL

O sangramento no nariz tem várias causas, como traumatismo, manipulação com o dedo e exposição excessiva ao sol.

O que fazer: Em primeiro lugar, mantenha-se calma para iniciar os procedimentos. Coloque a criança sentada com a cabeça inclinada para frente e para baixo e pressione com firmeza as narinas, pinçando-as com os dedos indicador e polegar simultaneamente; aplique gelo ou compressa com água fria; vá soltando vagarosamente; se o sangramento não parar após 10 minutos, vá imediatamente a um pronto socorro em busca de ajuda médica.

Como evitar: Evite móveis com bordas e arestas pontudas; mantenha objetos cortantes fora do alcance; não permita que os pequenos manipulem o nariz ou enfiem objetos dentro dele; não deixe a criança muito tempo exposta ao sol e sempre a faça usar chapéu.

Fonte: Portal Sempre Materna
Edição: C.P
05.01.2009



Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.







Destaques: