FIQUE POR DENTRO

HOME > FIQUE POR DENTRO



HOME > FIQUE POR DENTRO




FIQUE POR DENTRO


Por que bocejamos e por que é contagioso?

A ciência ainda não sabe responder muito bem a essas questões.

Publicada em: 15/05/2018



Esse ato involuntário é gerado pela atividade de várias regiões cerebrais conectadas entre si.

É contagioso?
Não estranhe se você bocejou ao ler esta matéria: ouvir, observar, ler ou apenas pensar sobre o tema pode, sim, suscitar o bocejo. Tal fato seria fruto da ativação de neurônios-espelho, que medeiam mecanismos como a imitação. Ainda não se sabe se o "contágio" é baseado na réplica, na compreensão da ação, na empatia ou em alguma capacidade inata do cérebro.

Sinais de alerta
• Algumas pessoas bocejam excessivamente dias antes de enxaquecas, como se eles anunciassem crises por vir.

• Associado a um cansaço intenso durante o dia, pode ser um indício de má qualidade no descanso.

Bocejo animal
Essa ação ocorre na maioria dos mamíferos e animais vertebrados. Tartarugas, pássaros e até peixes bocejam.

Desde a barriga da mãe
Registros comprovam que bebês, ainda na barriga das mães, já bocejam. A explicação mais provável é que seja um processo ligado ao desenvolvimento cerebral que surgiria já no final do primeiro trimestre da vida dentro do útero.

image


Fonte: ZH
Edição: F.C.



Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.







Destaques: