ARTIGOS

HOME > ARTIGOS



HOME > ARTIGOS




AMIGOS E FAMÍLIA


O novo Manual de Etiqueta Urbana (Parte 3)

Seguir algumas regras de convivência social pode facilitar sua vida nesse mundo cheio de pessoas estressadas, distraídas com a correria diária e lidando com novas tecnologias.

Publicada em: 30/04/2007



As tão conhecidas regras de etiqueta sempre existiram. Mas, muita gente defende que, no mundo moderno, elas já não têm muita importância. Será mesmo? Talvez saber qual o talher adequado para comer salada não seja mesmo relevante. Mas existe um outro lado: acredite! Seguir algumas regras de convivência social pode facilitar sua vida nesse mundo cheio de pessoas estressadas, distraídas com a correria diária e lidando com novas tecnologias. Se você não sabe qual reação ter quando um amigo é demitido ou como proceder quando alguém indesejado lhe adiciona no orkut, confira essas dicas. Você vai perceber que mesmo no caótico mundo moderno ainda é possível uma convivência pacífica.

AMIGOS

É educado agradecer por e-mail?

As situações mais corriqueiras permitem. Se um amigo lhe enviou um livro, um e-mail de "obrigado" pode dar conta do recado. Já um presente de casamento deve ser respondido com um cartão ou telefonema. Às vezes até uma visita. E lembre-se: e-mails coletivos só são aceitáveis se o presente foi coletivo.


O que fazer se alguém de quem você não gosta pedir para entrar em sua lista de amigos no orkut?

Aceite. Você não perde nada com a foto do desafeto entre sua turma.


Como falar sobre um sério problema de saúde de um amigo?

Se esse amigo não se abriu com você, é possível que ele simplesmente não queira que o assunto vire público. Melhor não perguntar nada.

Como comentar uma cirurgia plástica?

Se foi uma mudança bem-sucedida, diga à pessoa que ela está linda, sem mencionar o motivo. Se ela ficou pior que antes, não diga nada. Mas, se a própria pessoa faz propaganda da cirurgia (como aumento de seios ou lipo), sinta-se livre para fazer comentários do tipo "que baita airbag que você arrumou".


O amigo mais rico deve dar um presente mais caro? E a retribuição deve ser no mesmo valor?

Não. Cada um dá conforme suas possibilidades. O que seus amigos podem esperar são presentes mais significativos, porque você os conhece bem. Entre amigos verdadeiros, um par de meias pode valer mais que um eletrônico de última geração.


FAMÍLIA

Como recusar um convite para seu filho brincar com uma criança cujo comportamento você não aprova?

Se é dos pais que você não gosta, inverta o convite. Chame a criança para sua casa, alegando que não pode sair. Se é a criança mesmo, e a desculpa da agenda lotada não cola mais, recuse de maneira polida, como "seu filho é tão maior que o meu, da última vez que eles brincaram, não se divertiram juntos".


Quem convidar para a festa de aniversário de seu filho?

Todos os colegas de classe. Se não for possível, os mais próximos. Os mais próximos dele, não seus. A festa é da criança.


Quando é aceitável levar uma criança a um jantar?

Nunca. Ela restringe a liberdade de conversa, de bebida e de movimentação. A exceção: caso você não tenha com quem deixar a criança, tenha avisado que não pode ir e os anfitriões tiverem dito que você deveria levá-la porque sua presença é fundamental, ou se houver outras crianças na casa.


Como chamar a atenção de outra criança quando os pais dela estão por perto?

Não chame. A responsabilidade é dos pais. O que você pode fazer é mostrar a seu filho que aquele comportamento não deve ser imitado. Agora, se o diabinho estiver indo com a caneta na direção de sua parede recém-pintada e os pais não fizerem nada, diga: "Nã, nã, nã, não, não pinta não! Vem aqui que eu vou te dar um papel". Fale brincando com a própria criança, fazendo a repreensão de forma lúdica.

Como tratar um(a) padrasto/madrasta ou um(a) enteado(a) de que você não gosta?

Se você assumiu um novo casamento, deve aceitar que entrou para a família. Isso inclui as obrigações normais, como ir a apresentações de balé da criançada, formatura etc. No dia-a-dia, sua maior obrigação é agir civilizadamente.

Veja Mais - Parte 1 - TRABALHO

Veja Mais - Parte 2 - CONVIVÊNCIA


Fonte: Revista Seleções/ Fevereiro 2007
Edição: Clarissa Poty
30.04.07



Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.







Destaques: