ARTIGOS

HOME > ARTIGOS



HOME > ARTIGOS




QUALIDADE DE VIDA


Hipertensão: prevenir é o melhor caminho

Publicada em: 26/09/2005



Estima-se que no Brasil 20% das pessoas que morrem por doenças cardiovasculares estão dentro da faixa etária de 20 a 49 anos, homens e mulheres em plena atividade de vida, no ápice de sua capacidade produtiva. Estes dados servem de alerta pois, qualquer que seja a nossa idade, devemos estar sempre atentos quanto à  saúde e a qualidade de vida.

As doenças cardiovasculares, principalmente a hipertensão arterial , estão ligadas  a fatores sócio-econômicos. O individuo com nível sócio-econômico mais baixo, em geral fuma mais, é mais sedentário e mais obeso, ou seja, possui todos os fatores de risco que aumentam as probabilidades  de vir a desenvolver doenças cardiovasculares, seja uma trombose cerebral, seja um infarto do miocárdio. Portanto, mudanças de estilo de vida são um passo fundamental para se prevenir a hipertensão arterial e suas complicações cardiovasculares.

A hipertensão arterial é a doença cardiovascular mais frequente na população adulta. Por ser uma doença silenciosa, que nas fases iniciais não provoca sintomas, associado ao fato de que as pessoas não têm o hábito de medir a pressão arterial, os portadores desta enfermidade "silenciosa"  imaginam não ter problemas de saúde. Na verdade, todas as pessoas adultas devem, a partir dos  20 anos de idade,  medir a pressão arterial no mínimo uma vez por ano, já que o risco de virem a   desenvolver hipertensão arterial tende a aumentar com o passar dos anos, principalmente em obesos e fumantes.A única forma de diagnosticar a hipertensão arterial é medindo a pressão sanguínea   periodicamente.

Mas o que é pressão arterial?

O coração bombeia sangue para os demais órgãos do corpo por meio de tubos chamados artérias. Quando o sangue é bombeado, ele é “empurrado” contra a parede dos vasos sanguíneos. Esta tensão gerada nas paredes das artérias é chamada de “pressão arterial”, que normalmente deve estar abaixo de 120/80 mmHg. O aumento dos níveis pressoricos acima de 140/90 mmHg é considerado hipertensão arterial. E esta elevação, se não for controlada, irá originar danos progressivos a vários  órgãos, tais como cérebro, rins e olhos.

Por ser uma doença considerada multifatorial não existe uma causa específica para o individuo torna-se   hipertenso. Porém, já se sabe que existe uma estreita ligação com o fator hereditário. Além desse risco incontrolável e inevitável, temos os fatores ambientais relacionados aos hábitos de vida: ingestão excessiva de sal, aumento de peso, sedentarismo, excesso de bebidas alcoólicas, estresse e tabagismo estão fortemente relacionados ao surgimento desta doença.

Não existe cura para a Hipertensão Arterial, mas o controle garante qualidade de vida para os portadores. O tratamento pode ser com medicamentos ou não, isso vai depender dos níveis pressoricos, ou comprometimento de determinados órgãos.Quem pode decidir quanto ao uso de medicamentos é o médico.

Se você tem pressão alta, controle! Se você não tem, previna-se, seguindo as dicas abaixo:

·        Controle anualmente sua pressão arterial

·        Fuja dos cigarros

·        Minimize o uso de bebidas alcoólicas

·        Mantenha seu peso ideal

·        Evite o sedentarismo

·        Evite alimentos ricos em gorduras e sal

·        Tenha atividades de esporte e lazer

 

Magda Coeli

Enfª.Coordenadora do Programa “Mais Por Você”

 

 



Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.







Destaques: