ARTIGOS

HOME > ARTIGOS



HOME > ARTIGOS




EXTREMOS


Diferenças: Reação individual ao estresse

Sua reação a um agente estressante específico é diferente da reação de qualquer outra pessoa.

Publicada em: 24/04/2006



Sua reação a um agente estressante específico é diferente da reação de qualquer outra pessoa. Algumas pessoas são naturalmente mais tranqüilas em relação à quase tudo na vida, enquanto outras reagem mais drasticamente na menor suspeita de estresse; e a grande maioria se encontra entre esses dois extremos.

A explicação para essas diferenças pode ser explicada parcialmente por variações genéticas. Os genes que controlam essa resposta ao estresse proporcionam atitudes parecidas para a maioria das pessoas no que tange à reação perante uma situação estressante. As reações mais enfáticas ou aquelas calmas demais podem ser resultado de pequenas alterações nesses genes.

Experiências durante a vida podem também aumentar sua sensibilidade ao estresse. Às vezes, fortes reações ao estresse na vida adulta podem ser explicadas por fatores ambientais presentes na infância. Pessoas que passaram por situações traumáticas quando crianças tendem a ser mais vulneráveis ao estresse quando adultas.


REDUZINDO OS EFEITOS DO ESTRESSE

O estresse surge quando as exigências do seu dia-a-dia são tantas que esgotam sua capacidade de lidar com elas. Mas existem maneiras de você administrar as situações difíceis da sua rotina:
•  aceite menos tarefas
•  aprenda a lidar com situações difíceis no seu trabalho
•  associe as duas acima


TÉCNICAS DE AJUDA

Cuide do seu corpo. Para lidar com o estresse, seu corpo necessita de uma dieta alimentar saudável e repouso adequado. Exercitar-se também ajuda, pois distrai e libera a energia acumulada em situações estressantes.

Aprenda a relaxar. É o completo oposto da resposta ao estresse. Respirar fundo pode levar a um estado de maior relaxamento. Inspire pelo nariz contando até dez. Na inspiração, seu abdômen superior deve se elevar, e não seu peito. Expire devagar e completamente, contando até dez. Repita este processo de cinco a dez vezes. Tente fazer isso algumas vezes por dia, mesmo quando não estiver se sentindo estressado.

Se você sente muita dificuldade para relaxar, considere fazer meditação, aulas de yoga ou tai chi com o objetivo de aumentar seu poder de concentração e diminuir a ansiedade e a tensão física. Massagens terapêuticas podem também ser de grande ajuda, pois soltam a musculatura tensa e acalmam os nervos.

Por Elisabete Fernandes Almeida
Fonte: Catho



Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.







Destaques: