ARTIGOS

HOME > ARTIGOS



HOME > ARTIGOS




ARTIGO


Breve crônica do cinismo de um país distante

Imaginem vocês, que naquele país insólito, qualquer alta autoridade do Judiciário, pega e gravada na salutar atividade de venda de sentenças e outras pueris ações...

Publicada em: 17/09/2007



Na longínqua galáxia de Corruptília, o planeta Kanalhium abriga um carnavalesco país com um exótico nome de “É isso aí bicho!”.

Naquele lugar, de sólidas instituições democráticas, os felizes cidadãos, alegre e passivamente, convivem com descalabros que haveriam de enfurecer o mais pacato dos nossos irmãos brasileiros. Senão vejamos:

No aloprado Poder Executivo, caem de podre quase todos os auxiliares do 1º escalão, com envolvimento comprovado nas mais imagionosas formas de falcatruas, enquanto o quase sempre sóbrio governante se finge de mané e diz não saber de nada.

No parlamento, povoado por querubins e serafins, a imoralidade de conduta e o desenvolto cinismo predominam no perfil dos grandes, médios e pequenos bandidos, apoiados em uma marota legislação que eles mesmos não permitem mudar. Entregam-se a mais profunda embriaguez da ignonimia, da prepotência e do deboche, em audaciosa afronta ao povo! Fosse isso no Brasil, a população, em peso, chutaria o pau-da-barraca.

Imaginem vocês, que naquele país insólito, qualquer alta autoridade do Judiciário, pega e gravada na salutar atividade de venda de sentenças e outras pueris ações do gênero, será severamente punida com férias perpétuas, recebendo um humilhante salário em torno de 22 mil reais.

No caso de parlamentares corruptos a punição também é emblemática; após arrastado processo, durante o qual se expõe para toda nação as facetas escabrosas do seu nobre caráter; o meliante renuncia ao mandato e volta logo depois, com sua longa folha corrida apagada do currículo e da memória do povo, que democraticamente o reelege, ao som bombástico do hino que fala à nação que o futuro espelha a sua grandeza.

Cruz credo! Ainda bem que nós somos cidadãos do Brasil, um país de todos!


Poncion Rodrigues
17.09.2007



Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.







Destaques: