ARTIGOS

HOME > ARTIGOS



HOME > ARTIGOS




CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO


Abusou no açúcar? Confira estes passos para contornar a situação

Procurar alternativas para tornar a alimentação saudável e gostosa é uma das dicas para não cair na tentação dos doces.

Imagem: Freepik

Publicada em: 28/05/2020



É cada vez mais comum o abuso na comida para aliviar as emoções, porém muitas pessoas estão entrando em um círculo vicioso, ou seja, abusam nos doces, se sentem culpadas e descontam ainda mais na comida, se sentindo quase sem saída. Por isso hoje vou te ajudar a tomar rédeas da situação e como praticar boas atitudes para minimizar este circulo vicioso.

Proteína e fibras

É muito importante consumir sempre que quiser consumir um doce, incluir na mesma refeição alguma fonte de fibra ou proteína. Ambos são capazes de reduzir o ritmo da absorção do açúcar pelo organismo.

Quando absorvemos o açúcar de forma lenta e gradual, não ocorre a queda brusca da glicose no sangue, que o grande culpado para a compulsão por mais doces e carboidratos.

Boas fontes de fibras são os legumes e verduras, preferencialmente crus. Já as proteínas boas fontes são: ovo, frango, peixe, lombo ou carne bovina.

Por exemplo, se você está com vontade de comer um doce no horário do jantar, prefira jantar algo leve para depois poder comer uma porção controlada da sobremesa.

Uma boa dica é a pizza de omelete, rica em proteína e pobre em carboidrato.

Para fazer a pizza é bem fácil. Em uma tigela, quebre dois ovos, adicione 1 colher de sopa de farinha de linhaça e uma pitada de sal, bata com um garfo por 1 minuto. Unte uma frigideira comum fio de azeite, despeje o ovo batido, tampe e cozinhe em fogo baixo por 4 minutos.

Enquanto o omelete cozinha, fatie 5 tomates cereja. Depois destes 4 minutos, retire a frigideira do fogo, destampe a panela, vire o omelete com uma espátula.

Espalhe 2 colheres de sopa de molho de tomate pelo omelete, cubra com 3 fatias de queijo, coloque as rodelas de tomate e finalize com uma pitada de orégano.

Tampe a frigideira e cozinhe em fogo baixo por 3 minutos. E é isso, sua receita está pronta! Bom apetite!

Exercício Físico

Quando abusamos no doce, no açúcar, na sobremesa ou até mesmo no carboidrato refinado como pães, biscoitos e massas o corpo tem duas formas de lidar com este excesso. O primeiro é utilizar como fonte de energia para uma atividade física e o outro é estocar como fonte de gordura localizada.

Por isso vale a pena intensificar o treino ou quem sabe se esforçar para sair do sedentarismo, no dia que for incluir uma sobremesa no cardápio. A idéia aqui é que uma parte deste carboidrato consumido seja utilizado como fonte de energia.

Porém vale lembrar que não adianta comer um bolo inteiro e achar que vai ser capaz de queimar isso com o exercício, pois isso não é saudável e pode desencadear outros tipos de problemas.

O foco aqui é sempre controlar a porção do doce e utilizar uma parte dele no treino para evitar o acumulo excessivo de gordura corporal.

Outro ponto positivo do exercício físico é que sua prática libera endorfina, o hormônio do bem estar que ajuda a controlar o stress e a ansiedade. Exercícios como a ioga e o alongamento controlam o nervosismo e faz com que a voracidade por doce diminua.

Probióticos

Estudos revelam que uma microbiota intestinal ruim aumenta a voracidade por doces, por isso, é muito importante observar como está a saúde do seu intestino.

O consumo diário de probióticos faz com que a flora intestinal se mantenha saudável, reduzindo estes ataques repentinos pelos doces.

Além disso, bactérias ruins se alimentam deste excesso de açúcar, se tornando mais fortes e matando nossas bactérias boas, fazendo com que a nossa necessidade por alimentos ricos em probióticos fique ainda mais elevada.

Os alimentos ricos em probioticos são os iogurtes fermentados que encontramos na prateleira dos supermercados, a kombucha (que é o chá fermentado), o kefir (de leite ou de água), o kimchi (vegetais com molho apimentado), o chucrute (conserva de repolho) e o rejuvelac – líquido obtido a partir da fermentação de grãos (trigo, aveia, cevada) para a produção de queijo vegano.

Os probióticos devem ser consumidos diariamente, porém apenas uma vez por dia é o suficiente e o ideal é escolher apenas um dos alimentos citados para consumir e não adicionar todos ao mesmo tempo no seu dia. Uma boa estratégia é alternar os alimentos, assim garante um consumo variado de probióticos ao longo do mês.

Uma sugestão é incluir o kefir em uma salada, por exemplo. Assim não precisa ser consumido apenas no café da manhã.

Para fazer a salada é bem simples, corte uma maçã em cubos e coloque em um pote com o suco de 1 laranja, deixe descansar por 5 minutos. Enquanto isso, descasque e rale uma cenoura na parte grossa do ralador, empilhe 6 folhas de acelga e corte fininho, pique um punhado de salsinha.

Em um pote, coloque a acelga fatiada, a cenoura ralada, 1 colher de sopa de azeite, 1 colher de chá sal, 1 xícara de kefir e a salsinha, misture bem até que tudo fique envolvido pelo kefir. Agora despeje a maçã picada com o suco da laranja e misture novamente.

Leve para a geladeira por pelo menos 30 minutos para servir geladinho. E é isso, sua receita está pronta! Bom apetite!

Fonte: UOL
Texto: Verônica Laino
Edição: C.S. 



Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.







Destaques: